quinta-feira , novembro 20 2014
Capa / Brasil / Minas Gerais / De mochila e sem carro por Minas Gerais

De mochila e sem carro por Minas Gerais

Saindo do Rio, veja o passo a passo pra fazer as cidades históricas de ônibus

Resolvi fazer o circuito cidades históricas de ônibus em uma viagem que combinou turismo com trabalho. Maluca total porque não existe um corredor turístico ligando as principais cidades do circuito : Tiradentes – São João del Rei – Congonhas – Ouro Preto – Mariana – BH. Tem que se virar, mas tudo bem, apesar da avacalhação da nossa malha rodoviária eu gosto de viajar de ônibus.

Vou botar aqui como consegui essa façanha pra quem quiser repetir. Os valores são aproximados e referentes a dezembro de 2010.

Em primeiro lugar, não pense que vai fazer economia, viajar de ônibus por Minas é caro. As ligações são de nenhum lugar a lugar nenhum e você é obrigado a complementar com muito táxi e linhas locais de busão.

DIA 1 / RIO -SÃO JOÃO DEL REI

Trajeto feito pela empresa Paraibuna, confortável, 5h de viagem, R$ 60. Todo mundo diz que ele não vai até Tiradentes, mas bem no jeitinho brasileiro o motorista pergunta “tem alguém ai pra Tiradentes?” dai se tem ele entra até a boca da cidade e te deixa la. Da pra ir a pé até o centro, ou então pegar um táxi. Independente do trajeto sempre te cobram R$ 10.

DIA 2 / TIRADENTES

Visita da cidade. Pra quem não vai explorar os arredores (pois pra isso é bom ter um carro), um dia basta no local. Eu fiquei mais porque fui a trabalho.

Ingressos em Tiradentes :

Matriz de Santo Antônio : R$ 3,00

Museu do Padre Toledo : R$ 4,00 .

 

Dia 3 / SÃO JOÃO DEL REI

Tirei o dia pra visitar essa cidade, 20 km mais ou menos de Tiradentes. O ônibus sai do centro de Tiradentes, leva uns 30 minutos. Passagem R$ 2,20. O problema é que chegando em SJ del Rei a rodoviária fica bem longe do centro histórico. Dai é só pegar um táxi (R$ 15) ou ônibus, algo em trono de R$2. Na volta como já conhecia o caminho, vim andando até a estação e peguei a Maria Fumaça até Tiradentes R$ 22.

Ingressos em São João Del Rey :

Igreja de São Francisco de Assis : R$ 3,00 .

Igreja do Carmo : R$ 3,00 .

Igreja do Pilar : R$ 3,00 .

Dia 4/ TIRADENTES – CONGONHAS – TIRADENTES

Aqui é complicadíssimo, mas eu queria muito ver as obras de Aleijadinho.  O certo seria ir pra Congonhas passar o dia, ver a basílica Matosinhos (2h de visita no máximo) e seguir pra Ouro Preto. Mas é um absurdo, não tem onibus de Congonhas pra Ouro Preto. So tinha duas opções  : esquecer Congonhas ou fazer Tiradentes – Congonhas – Tiradentes no mesmo dia. Optei pelo segundo. Bus SJ del Rei – Congonhas R$ 22/ Viação Sandra. Conforto médio / 3h de viagem. Chegando la, tem que pegar um táxi (de novo os incliveis R$ 10 sem taxímetro) ou ônibus até o centro histórico. A unica coisa que tem pra fazer é a catedral, infelizmente a cidade é horrível, mas vale muito a pena pra quem gosta de arte. Indico fortemente pagar os R$ 20 por um guia local pra ter as explicações. Eles ficam logo ali na praça e com certeza vão abordar. Além da força pros estudantes que são guias, a diferença é gritante entre simplesmente olhar sem contextualizar e de olhar e entender o porquê daquilo tudo ali. Voltei pra Tiradentes, mais 3h de bus, mais R$ 22. Na volta, tensão, quase perdi o ultimo ônibus SJ del Rei – Tiradentes, bom se informar antes. Senão ia ter que morrer em uns R$ 40 de táxi.

[nggallery id=2]

DIA 5 / TIRADENTES – OURO PRETO

Dia complicado também, mas eu sou insistente. O ônibus que liga as duas cidades sai de São Paulo e so Deus sabe a que horas ele passa em SJ del Rei. Resumo, 3h de espera na rodoviaria. Depois 5h rodando até chegar em Ouro Preto. E menos R$ 47,50 no meu bolso. Chegando em Ouro Preto, taxi até a pousada (R$ 10, claro, sem taximetro).

DIA 6 / OURO PRETO – MARIANA – OURO PRETO

Dia pra vistar a Mina da Passagem. Passeio dura so meio dia, de onibus local ate Mariana sao 20 min, R$ 2,50. A entrada da Mina é R$ 24. Vale a pena, é bem interessante. Visitei TUDO em Ouro Preto. Destaque pro Museu do Oratório, bem novinho, ao contrario do resto. Fiquei um pouco decepcioada com o estado das Igrejas. Na minha opinião a manutenção tem deixado a desejar. E todas são pagas.

Ingressos Mariana & Ouro Preto :

Mina da Passagem : R$ 24,00

Catedral da Sé : R$ 3,00

Museu Arquideocesano : R$ 6,00

Igreja de São Francisco de Assis : R$ 4,00

Museu da Inconfidência : R$ 7,00

Igreja do Pilar : R$ 7,00

Igreja de São Francisco de Assis : R$ 7,00

Museu de Mineralogia : R$ 5,00

Teatro Municipal : R$ 2,00

Museu do Oratório : R$ 3,00 .

[nggallery id=3]

DIA 7 / OURO PRETO – BELO HORIZONTE

Bus sai o dia todo, pode comprar a passagem na hora mesmo. R$ 22 / 2h de viagem. Fiquei mais um dia em BH até voltar pro Rio. Fiz o City Tour da Pampulha, de taxi mesmo. Ôh, Minhas Gerais ! De novo achei péssima a manutenção dos pontos turisticos. As obras de Niemayer me deram mais melancolia que outra coisa. O museu da vontade de chorar. A lagoa, com sujeira aparente. Uma pena e espero que esse comentario perca a validade.

DIA 8 / BELO HORIZONTE – RIO

Dia de voltar. Aqui um estresse. Jamais viaje pela Viação Cometa. Depois de 2h esperando na rodoviária, eis que chega meu ônibus. Um teco-teco desses da década de 60 sem ar condicionado (verão de dezembro e parecia que BH fervia a 50 graus). Eu, cansada, jà nem sabia que esse tipo de ônibus ainda existia fora de museu. Resolvi comprar outro bilhete pela Util / R$ 94. Aqui a surpresa boa, meu sonho de viagem de ônibus. Super confortável, semi-leito, muito bom motorista, viagem direta e super tranqüila. 7h de estrada. De volta a cidade maravilhosa, mas com a certeza ainda maior de que Minas é tudo de bom.

Eu testei esses hotéis :

Pousada Classica / Ouro Preto

Pousada Mãe d’Agua / Tiradentes 

 

Sobre Nivea Atallah

Jornalista de formação e mochileira por vocação.

15 comentários

  1. Terra do pão de queijo e do frango com quiabo. Ouro Preto e Mariana estão entre as minha favoritas para se apreciar a gastronomia mineira. Sem contar o Festival Gastronômico de Tiradentes. Show de bola. Abraços

  2. Olá, Nivea.
    Gostaria de saber se a viagem que você fez, foi sozinha?
    Estou com planos de fazer este trajeto no ano que vem e gostaria de saber mais a respeito de restaurantes e lugares para dormir, além dos já mencionados acima.

    • Ola Marcelle, fui sozinha sim. Sobre restaurantes, eu tipo uma infecção alimentar e passei muito mal. Fui em dezembro, muito calor e comi um salgado em barraquinha de rua (péssima idéia). O que mais tem é restaurante, só escolher os que são a la carte. Esses assim a quilo só se for cedo.
      Que tipo de lugar pra dormir ? Você prefere albergue ?
      Nivea

  3. carlos alberto lemos

    concordo com voce nivea, estou fazendo a mesma coisa, sái de lidice-Rj, para fazer o mesmo roteiro que voce fez, só que comecei por Bom Jardim, Andrelândia e agora estou em São João Del Rei, e não tem horaio suficiente de S.J. Del Rei para ouro preto, so de madrugada e a noite, de congonhas para ouro preto então é um suplicio´, hoje eu estive em tiradentes, pretendo ir para congonhas, mariana e por fim Ouro Preto. E realmente o governo de Minas junto a sua secretari de cultura e turismo teriam que olhar com mais carinho para as igrejas.

  4. Pessoal.. pelas cidades históricas existem muita gente viajando de carona.. aqui em minas é super comum.. Dica :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>