quarta-feira , Janeiro 17 2018
Capa / Marrocos / De Safi a Casablanca, fim de viagem

De Safi a Casablanca, fim de viagem

hassan II casablanca (2)

Na mesquita de Casablanca

Depois de dois dias em Safi, novamente pegamos a mochila rumo ao norte, agora com destino final de Casablanca, onde passaríamos mais dois dias antes de tomar  o avião de volta.  Partimos de manhã no ônibus da CTM (que tinha os melhores horários), 90 DIHRMs e 4h de viagem passando por vários povoados.

casablanca

Chegando em Casablanca a sensação é de fim de viagem, cidade grande, cosmopolita, sem muita coisa pra ver. Os guias de viagem enumeram vários pontos turísticos em Casablanca, mas na minha opinião tudo se resume a Hassan II, terceira maior mesquita do mundo.

hasssan II casablanca (1)

201 m de altura, a maior do mundo

 

Não fiquei muito tempo em Casablanca a ponto de poder julgar bem, mas a meu ver o único atrativo é realmente a mesquita Hassan II, que também é um complexo cultural. Foi inaugurada em 1993 e tem capacidade para abrigar mais de 100 mil pessoas.

hasssan II casablanca (3)

 

hasssan II casablanca (4)

 

Em Casablanca ficamos pela primeira vez na viagem em um albergue da Hostelling International. Não bastasse a minha péssima vontade com a rede HI, comprovadamente foi nossa pior estadia no Marrocos. Atendimento grosseiro e albergue caro pro que é – 150 DRHIM o quarto. Os quartos são relativamente grandes, pegamos um privativo só com nossas camas. Como são abertos em cima, o barulho durante a noite é constante. Os banheiros são coletivos e ficam cheios na maior parte do tempo, assim como o albergue. Um entra e sai constante.

Apesar de não ter atrativos em si, Casablanca recebe mundos de turistas, chegando nos cruzeiros, ou simplesmente como porta de entrada no pais.

 

 

Leia desde o inicio : 

Parte 1 : Marrocos em versão para mochileiras

 

Parte 2 : Uma noite no deserto, de Marrakech a Zagora

Parte 3 : Como ir de Marrakech a Essaouira

Parte 4 : Saindo da zona de conforto : de Essaouira a Safi

Parte 5 : Safi a Casablanca, fim de viagem


Sobre Nivea Atallah

Jornalista de formação e mochileira por vocação.

2 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*