terça-feira , abril 25 2017
Capa / França / Mont Saint Michel : como chegar ?

Mont Saint Michel : como chegar ?

monte saint michel

Foi graças a um reality show na TV francesa que eu tive vontade de desembarcar na Normandie como fizeram as tropas aliadas.  O programa era uma gincana de caça ao tesouro, com perguntas enigmaticas e correria. Aparentemente idiota, mas com locações incríveis que me fizeram viajar. Entre varias cidades do interior da França que eu nunca tinha ouvido falar, um dia apareceu o Monte Saint Michel (que na verdade fica na Bretagne, fronteira com a Normandie). Eu pensei na hora : quero muito ir lá !

A origem do monte é cheia de lendas e mistérios, mas data de 708, primeiro com um oratório até evoluir pra uma abadia. A construção é o que mais impressiona, em cima de uma ilhota de granito, cercada de areia, muitas partes movediças, e com uma das mais flutuantes marés da Europa. A água some quilômetros e depois vem tão embalada que alguns carros são surpreendidos. O local também é um ponto de peregrinação e apesar da minha ignorância recebia nada menos que 3 milhões de visitantes por ano. O monte, tombado pela Unesco em 79, é parte viva da historia francesa.  Durante a Guerra dos 100 Anos ganhou fortificações e chegou a ser prisão. Foi abandonado, pegou fogo, sofreu com os ventos e maré e depois de ter sido quase condenado a ser ruinas, foi finalmente restaurado século XIX.

la mère poulardA visita mais classica se faz saindo e voltando de Paris no mesmo dia ou como eu fiz, dormindo em Rennes.No passado, os visitantes pereginos chegavam a pé porque o dique que liga o monte ao continente não existia. A unica forma de se alimentar era comer as omeletes da Mère Poulard. Enquanto a Princesa Isabel assinava a abolição no Brasil, a Mère Poulard abria seu restaurante, em 1888. Pra quem duvida, ele, não ela, esta la até hoje, servindo as omeletes. Claro, agora bem mais concorridas. Uma multidão de ônibus de excursão atrapalham as fotos ! Existe um projeto pra destruir o dique e impedir a chegada dos carros, mas eu não sei em que pé esta. Acho dificil, a cidade é habitada.

Alias, quem tem bala na agulha pode ficar hospedado nos hotéis chiquérrimos que ficam la dentro.

 Para chegar precisa fazer Paris – Rennes, e dai pegar um ônibus que deixa perto. Tudo explicadinho aqui (em inglês e francês).

[nggallery id=6]

Sobre Nivea Atallah

Jornalista de formação e mochileira por vocação.

Um comentário

  1. Linda essa cidade! Adoro essas paisagens medievais! Ta na minha checklist de lugares pra visitar!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*