Home / Brasil / Maranhão / Cinco dias na Chapada das Mesas

Cinco dias na Chapada das Mesas

chapada das mesas (1)

Sabe quando se mira em um lugar e acaba acertando em outro ? Foi assim quando decidi ir para o Jalapão e adicionei a Chapada das Mesas como extensão do roteiro.Como não queria sair do Rio de Janeiro rumo ao norte por 5 dias resolvi aproveitar e fazer a tal Jalapada (mistura de Jalapão com Chapada) com duração de 10 dias. E olha que desde que voltei e tenho publicado das fotos, são as da Chapada das Mesas que chamam mais atenção pela exuberância.

chapada das mesas

A paisagem é milenar, mas o parque da Chapada das Mesas é novo, criado em 2005 com intuito de preservar a região com diversidade biológica bem expressiva – reúne características do cerrado e da Amazônia numa superfície de 160 mil hectares. Os atrativos (cachoeiras, lagoas azuis, cânions) são todos privados, entrada cobrada e a maioria está fora da área delimitada do parque em si, pasmem. Ficam em fazendas que viraram polos turísticos.

chapada das mesas (2)

O que a Chapada das Mesas tem não se descreve com palavras e também foi difícil traduzir em imagens. A visita provoca sensações. Alguns lugares são bem misteriosos e pra serem registrados de forma decente é preciso câmera subaquática e boa técnica de imagem – duas coisas que eu não tenho, ainda. Um deles é o santuário da pedra caída, uma fenda gigante em um cânion com uma queda de 50 metros, o vento sopra constante sabe-se lá saindo de onde em forma de redemoinho e dá um movimento meio assustador à piscina natural.

santuario pedra caida (51)

Uma outra sensação é ir atrás do véu da cachoeira de São Romão. Os guias locais têm a malicia de como chegar e posso garantir que é adrenalina pura. Sem contar as inúmeras formações de lagoas de águas azuis, incrível. Um destino desse Brasil afora ainda pouco explorado, difícil de chegar, mas que vale muito a pena o investimento.

encanto azul - chapada das mesas
Barrigada na Chapada das Mesas (o guia sobreviveu)

CHAPADA DAS MESAS 

Quanto custou : 1.400 Reais o roteiro de 5 dias em um grupo de 4 pessoas com a agência  Norte Tur. Sistema all inclusive de galinha caipira, mandioca, arroz e feijão. As entradas das cachoeiras e as pousadas também estavam incluídas.

chapada das mesas (8)

Quando ir : O ano todo, se possível evitar o período das chuvas (dezembro a abril), os feriados e o mês de julho quando fica muito cheio (algumas cachoeiras ficam impraticáveis pela quantidade de gente e se você não for do tipo farofeiro pode se irritar muito).

cachoeira de sao romao (5)

Como eu cheguei ? Da maneira menos convencional, só que mais prática. Saí de Palmas (440 km) com a agência. É bem longe, viagem cansativa, mas como Palmas é mais organizada em infra de ecoturismo as agências de lá conseguem formar grupos, reduzir custos e combinar o passeio com o Jalapão – apesar de ficar do lado oposto. Ponto positivo pro Tocantins e negativo pro Maranhão que perde ótima oportunidade de atrair ecoturistas de verdade interessados em conhecer sem destruir.

Outra forma de chegar : Por voos regulares até o aeroporto de Imperatriz e seguir pra Carolina (220 km) ou Riachão (320km) – cidades base pra conhecer tudo que a Chapada das Mesas pode te oferecer.

travessia tocantis - maranhao (3)
Travessia Tocantins – Maranhão

Quem dirige, ótimo, basta alugar um carro e enfrentar a buraqueira das estradas. Você vai ver as piores estradas da sua vida, acredite. O carro vai ser bem útil porque pra visitar tudo você vai andar de 30 a 80 km por dia. Quem não tem carro pode encarar o transporte público e ao chegar em Carolina-MA contratar os serviços de uma agência. Por exemplo, na agência da própria Pousada dos Candeeiros. Aliás, é onde eu dormi.

chapada-das-mesas

O que ver ?

O Portal da Chapada : Fica na BR-230 entre Carolina e Riachão. Uma leve caminhada de 10 minutos leva a um mirante com uma fenda que incrivelmente se assemelha ao mapa do Tocantins. Bem legal pra ter uma visão ampla das “mesas” da chapada e fazer aquelas fotos legais de silhueta no pôr-do-sol.

portal-da-chapada

Cachoeiras de Itapecuru : Fica a 30 km de Carolina e tem onde dormir. Então a nossa primeira noite foi aí na fazenda. Era segunda-feira e tivemos as cachoeiras vazias só pra gente. Só que em feriados e férias de julho lota com o pessoal que vai no restaurante da fazenda. Evite a todo custo se puder.

Cachoeira da Pedra Caída de 46 metros de altura, foto lá em cima.

santuario pedra caida (127)

Cachoeira  do Capelão : dentro da mata ciliar um paredão de +- 15 m de água transparente desce nos paredões de pedra.

Encanto Azul , Uma pequena trilha com vegetação agreste e mais cerca de 100 metros de descida em um cânion com mata fechada, nos leva ao encanto: uma piscina  natural com água quentinha brotando das rochas. Delícia.

Ainda tem o Poço Azul, a Cachoeira de Santa Bárbara e Cachoeira de São Romão. Uma caminhadinha leve leva à cachoeira, localizada no rio Farinha, um afluente do rio Tocantins. Aqui você vai testar uma sensação incrível, entrar atrás do véu.

cachoeira de são romão
O guia tem um jeitinho de furar essa cascata e ficar ali atrás do véu

Inesquecível e precisa de um pouquinho de coragem e equilíbrio.

cachoeira de sao romao (17)-001
Dentro do véu

About Nivea Atallah

Jornalista de formação e mochileira por vocação.

15 comments

  1. Obrigada pelas dicas! Muito bacana e que lugares lindos!

  2. Daniel Azevedo

    é possível fazer os passeios sem contratar um guia?

  3. Lindas fotos, bela viagem!
    Você teria mais dicas e sugestões quanto a melhor época melhor pra se estar lá, e estimativa de custo?
    Muito grata!

  4. Só registrando dentro do complexo da pedra caída tem outras cachoeiras como a ¨¨da caverna¨ que eh dentro de uma caverna, umas coisas sem explicação. kkk então lá tambem tem as tirolesas (inclusive a grande de 1200m)arborismo, rapel!

  5. Nossa… quero muito ir!!!!!

  6. Ei Nivea,

    Adorei o post! Quero muito conhecer a Chapada das Mesas. Parece ser um lugar fantástico! 🙂 Fiquei um tempão olhando a foto da Barrigada no Lago Azul. Estava tentando entender como o cara tava voando na foto! hehehe Você conseguiu captar o momento muito bem! 😛

    Beijos,
    Lillian.

    • Que bom Lilian, posso te dizer que vale muito a pena. E pra quem sabe fotografar então, vai ser o máximo.
      Sobre a foto dei aquela disparada de cliques e um deles ficou assim 🙂
      bjos

  7. Só uma correção…
    O Portal da Chapada, está na BR 230, entre Carolina e Estreito, e não Carolina- Riachão.

  8. Boa tarde!Parabéns pelo blog.
    Este valor que você pagou de R$1400.00 foi com Jalapão junto?
    Obrigada

  9. Érica Matos

    Fiz essa viagem em setembro agora. Sai de Imperatriz pra Carolina de ônibus, mas super recomendo alugar um carro, principalmente quem estiver com mais gente para dividir. E digo mais: as estradas estavam recém-reformadas, alguns trechos nem tinham sinalização ainda. Pode ir tranquilo mesmo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *