Home / França / 7 coisas que você não deve fazer em Paris

7 coisas que você não deve fazer em Paris

Lista do que fazer na cidade luz tem mais de mil. Só que alguém já te disse o que não fazer em Paris ? Baseada em fatos reais e omitindo nomes pra não constranger as personagens, aqui vai uma listinha de pelo menos 7 coisas que você não deve fazer em Paris.

1.Procurar a entrada do Museu do Louvre em volta da pirâmide de vidro

Tudo bem, muito turista roda a pirâmide inteira tentando entrar. Só que a entrada não vai ser pelo vitral, né ? É embaixo da pirâmide. Tem que buscar a porta principal, seja paciente e disfarce.

Louvre_(4856978474)

 

2. Tentar chegar ao Arco do Triunfo atravessando a rua

The_Arc_of_Triomphe

Essa é clássica e eu quase embarquei. Quando se vir do outro lado do arco, não se empolgue, procure a passagem subterrânea, não vai rolar atravessar a rua.

3.Achar que não precisa do mapa do metro

418px-Paris_Metro

Você pode achar que é cria da cidade, super urbano, mas com aquelas linhas e cores vai se perder. Ah, e se a porta não abrir automaticamente tem que virar a maçaneta, mesmo.

4.Tirar foto da foto

Vendeurs_d'estampes_03

Aqueles posters de cabaré e fotos da Paris antiga nos camelôs são lindos, né ? Só que estão ali pra serem vendidos e não fotografados. Sabe o quanto os vendedores têm raiva de quem chega ali e sai clicando ? Tente fazer e veja no que vai dar.

5. Andar sem olhar pro chão

Ernest Rouart

Esse já é conhecido, mas vale lembrar. Parisiense não cata cocô de cachorro. Até tem um serviço público, um carrinho que vai limpando a sujeira, mas no intervalo entre ele passar e você pisar …melhor olhar pro chão. Já faço isso aqui no Rio de Janeiro e funciona muito bem.

6. Comprar miniatura da Torre Eiffel em frente ao monumento

Eiffel_Tower_1889-04-02

Os ambulantes são insistentes, você está em êxtase por ver a famosa torre, mas contenha-se um pouco e compre a miniatura algumas ruas depois ou do lado. Chegam a custar a metade e são de melhor qualidade.

7. Pedir informação ao jornaleiro

paris boutique j 1910

Isso já é demais. Por que cargas d’água o jornaleiro falaria inglês ou estaria disposto a te ajudar ?  Paris é a cidade mais visitada do MUN-DO. Fique feliz se ele só disser não com a cabeça e nem olhar na tua face. Em Paris, só peça informação a quem foi pago pra fazer isso – em pontos de informação turística.

São apenas sete porque eu gosto do número 7, poderia ser mais. Vou tentar continuar a lista (…)

 

Fotos Wikimedia : 1.Louvre 2013, 2.File:The Arc of Triomphe 2011/Nathan Kline, 3. Paris Metro 1991/Barbara Mürdter, 4.Vendeurs d’estampes à Paris au XIXe siècle par Pierre Vidal (1849-1913), 5.Ernest Rouart “”L’Homme au chien, portrait d’Eugène Rouart”  Crédit : Jean-Louis Losi, Paris/Editions Paris Musées 2004, 6.Eiffel Tower, 2 April 1889, 7. Boutique au journaux, 1910.
 

 

About Nivea Atallah

Jornalista de formação e mochileira por vocação.

7 comments

  1. Kaio Celsius

    Acabei de vir de um tour da Inglaterra a França e digo que qualquer canto da inglaterra bate de 10 sobre a frança, Por que?
    1. A frança possui um número muito grande pessoas que querem te fazer de trouxa, com batedores de carteira, ciganas que jogam aneis de ouro no chão para tentar te destrair e te roubar, e se você tentar retruca-las elas te seguem de forma intimidadora.
    2. Realmente se você tentar falar inglês com qualquer um, eles vão te ignorar de tal forma que parece que você é um lixo. Essa ignorância é culpa exata dos “americanos” pois diz a lenda que os franceses não gostam nem um pouco do jeito exarcebado dos americanos.
    3. Os pontos turisticos/públicos não são iguais ao Brasil em questões de alvará, lá não tem essa de “só funciona com visto e autorização dos bombeiro”, ou seja, tome muito cuidado ao visitar algum ponto historico, principalmente aquele teatro subterraneo escuro,
    4.Os hoteis clássicos são CAROS e em seus aposentos só temos em disponívels cama e um banheiro sem acessorios. Digo os mais humildes, não frequentei hoteis de luxo pois são caros além da conta.
    5. Ressalto a questão de andar com MAPAS, caso você seja um mochileiro pois as ruas tem residencias/prédios muito semelhantes uns dos outros e é muito fácil se perder e acabar caindo no ITEM 1, que citei nesse comentário

    Bom, minha opinião não é fazer você desistir de ir visitar paris, mas preste o dobro de atenção.

  2. Esqueceu de dizer: Tentar pedir informacao na rua em ingles! kkkkkk Adorei o post!

  3. Melhor nem ir, cidade muito super valorizada, sem nada de mais, perde para qualquer outra cidade europeia. O que tem de nome tem de francês mal educado.

    Sugiro não passar mais de 2 dias nessa cidade, evitar falar e olhar para qualquer francês nela. Além disso, não ir em restaurantes, que com certeza irão te tratar mal.

    Experiência mais do que horrível, isso por que falo francês, acho que se falasse somente inglês com os parisiences (os outros franceses são super receptivos) me matariam no ato. Já chegou ao cúmulo de eu perguntar sobre uma rua, indo na mesma direção do parisience, ele me xingar de macado, devolvi na mesma moeda… Fiquei mal o dia todo, nem aproveitei a cidade.

    Nunca volto, nunca!

  4. E quanto a pedir pra tirar foto nossa. Eles são simpaticos quanto a isso? ou é melhor ficar no selfie?

  5. adorei o post…..rs….diferente dos outros que vi por aki!!

  6. Obrigada Nivea!
    Estaremos em Paris em janeiro próximo e é sempre bom ler as dicas de quem conhece!!
    Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *